Apostas Futebol

Últimas notícias:

Loading...

Mulher que denunciou procurador diz que ele ‘desprezava mulheres’

Thainan Maria Tanaka foi quem denunciou o procurador Demétrius  para a procuradora-geral, Gabriela Samadello, que foi espancada

Por: Redação

A agente administrativa Thainan Maria Tanaka, de 29 anos, é a mulher que denunciou o procurador Demétrius Oliveira Macedo, de 34, para a procuradora-geral, Gabriela Samadello Monteiro de Barros, de 39 anos. Por instaurar processo administrativo contra o homem, Gabriela foi brutalmente agredida e imagens da violência contra ela viralizaram.

Crédito: ReproduçãoMulher que denunciou procurador diz que ele ‘desprezava mulheres’

Segundo as vítimas de Demétrius, foi o processo administrativo contra ele que motivou a brutalidade contra a chefe do setor, a procuradora Gabriela. Foi ela quem recebeu a reclamação feita por Thainan e deu andamento ao procedimento interno.

Segundo a funcionária que denunciou Demétrius para Gabriela, o procurador era “terrível, mal-educado” e “desprezava todas as mulheres”. “Quando a chefia era homem ele se comportava normal, mas ele odiava ter o cargo abaixo de uma mulher”.

Segundo Thainan, o clima ruim no local de trabalho começou por um motivo torpe. O procurador não teria gostado de não ter sido cumprimentado um dia. “Sempre cumprimentei, mas, nesse dia, ele cismou que eu não havia respondido. Eu poderia ter me distraído com outra coisa, mas ele queria ser cumprimentado. Ele não queria cumprimentar ninguém, tinha essa postura bem estranha”, afirmou a funcionária ao .

De acordo com Thainan, passado um tempo ele voltou com a mesma história, embora ela afirme que seguiu cumprimentando ele. “Ele virou para mim e disse ‘não adianta você vir me cumprimentar’ e eu falei ‘cumprimento por educação’. Na sequência, Demétrius perguntou ‘onde estava a educação durante todo esse tempo’. Só que ele falou em um tom muito alto e tentou me intimidar. Ficava andando na frente da minha mesa. Nessa eu fiquei com muito medo dele e até chorava”, lembra.

Após diversas cenas de abuso contra ela e outras mulheres, Thainan decidiu denunciar o procurador para a procuradora-geral Gabriela que se solidarizou, mas não tinha muito o que fazer.

Thainan lembra que no dia 27 de maio, após passar o dia sem falar com os colegas, quando acabou o expediente, ele foi até Gabriela, mas ela não estava . “Eu acho que ele já estava querendo pegar ela naquela sexta (27 de maio) mesmo”, afirma.

Segundo a funcionária, Gabriela questionou o que o procurador queria com ela e por qual motivo tratava Thainan de forma desrespeitosa. Demétrius se alterou e expulsou a procuradora da sala. Esse foi mais um motivo para ser instaurado o processo administrativo contra ele.

Quase um mês depois, nesta segunda-feira, 20 de junho, quando a procuradora-geral foi agredida, Thainan sabia que ele ia receber a notícia do processo administrativo e por isso decidiu pedir um abono e tirar uma folga. Ela tinha medo da reação dele e acredita que se estivesse junto também teria sido agredida.

“Eu vi o vídeo e eu achei que ele não parecia ser diferente não. Ele estava igualzinho como eu o via todo dia, eu não achei que ele estava fora de si não. Aquilo que ele fez na segunda poderia ter acontecido em qualquer outro dia. Ele vivia na defensiva”, afirmou Thainan.

Medo

Demétrius ainda esta solto. Isso deixa Thainan com medo do que ele pode fazer, e por isso não tem mais andado sozinha, nem a pé, nem de moto na rua.

“Eu não sei da onde que sai a implicância dele comigo. Tenho medo de andar na rua, tenho medo dele passar de carro e querer passar em cima de mim, porque agora ele não tem mais nada a perder”.

De acordo com Thainan, o procurador era “terrível, mal-educado” e “desprezava todas as mulheres”. Além de ficar confortável e feliz ao ver alguém mal ou o clima ruim. “Quando a chefia era homem ele se comportava normal, mas ele odiava ter o cargo abaixo de uma mulher”.

Entenda o caso

A procuradora-geral do município de Registro, interior de Apostas Futebol Futebol , Gabriela Samadello Monteiro de Barros foi agredida de forma violenta por um colega de trabalho, o procurador Demétrius Oliveira Macedo, de 34 anos, dentro da sede da Prefeitura de Registro, na última segunda-feira, 20. A cena foi gravada por outra funcionária e divulgada nas redes sociais.

Segundo o Boletim de Ocorrência registrado pela vítima, o procurador municipal Demétrius Oliveira Macedo é investigado num processo disciplinar interno devido a conduta dele no ambiente de trabalho.

Na tarde de segunda-feira, 20, conforme o vídeo divulgado, Macedo entrou na sala de trabalho da procuradora e desferiu uma cotovelada na vítima, que caiu e começou a levar socos.

Através de uma nota, a Prefeitura de Registro prestou solidariedade a vítima. “A Prefeitura de Registro manifesta o mais absoluto e profundo repudio aos brutais atos de violência realizados pelo Procurador Municipal contra a servidora municipal mulher que exerce a função de Procuradora Geral do Município, fatos ocorridos na última segunda-feira, 20. Que a vítima e sua família recebam toda nossa solidariedade, apoio e cada palavra de conforto e acolhimento”.

?>
| Live Casino | | Caça-níqueis | | Apostas Futebol | | Ganhar dinheiro com moedas criptográficas | | Roleta brasileira | | Placar de futebol | | Jogar na loteria online | | Aplicações para fazer dinheiro | | Apostas Esportivas Online | | Betano apostas esportivas | | Apostas cassino | | Ganhe dinheiro ao lado | | Apostas desportivas online | | Ogos online gratis poki | | Recompensas da loteria | | Jogos de azar com dinheiro real | | Bacará ao Vivo | | Ganhe dinheiro ao lado | | Futebol ao vivo | | Jogo do Bicho | | Mega Sena | | Apostas em tempo parcial | | Ganhar dinheiro com moedas criptográficas | | Premier League | | Blackjack para Android | | Apostando com criptomoedas | | Melhores sites de poker no Brasil | | AFUN - Melhores sites de jogos de azar 2022 | | Odds mais altas para um jogo de futebol | | Jogo da roleta que ganha dinheiro |